No último dia 23 de abril, Arnold Schwarzenegger provavelmente recebeu uma excelente notícia. Em recuperação de cirurgia cardíaca em sua casa, em Los Angeles, nos Estados Unidos, ele deve ter visto o balanço geral do Arnold Sports Festival South America, encerrado no domingo, 22, em São Paulo. De acordo com a organização da feira, a edição 2018 registrou recordes históricos de público e faturamento em seis anos do evento no Brasil. Em três dias, 83 mil pessoas lotaram os corredores do Transamérica Expo Center. O volume de negócios também superou as expectativas, com R$ 110 milhões movimentados entre os expositores da indústria de nutrição esportiva, equipamentos para academias e fitness.

Luis Felipe Bonilha, organizador do evento

Embalados pelo sucesso, os organizadores já confirmaram o evento para 2019. “A sexta edição do Arnold Sports Festival South America nos surpreendeu em todos os aspectos. Tivemos recorde de público desde o primeiro dia (18 mil pessoas estiveram no Transamérica Expo apenas na sexta-feira), até o número final de 83 mil visitantes, maior marca dos últimos 6 anos (o recorde anterior eram as 82 mil pessoas na edição de 2015). O volume de negócios superou os 10% de aumento em relação ao ano passado, na casa dos R$ 110 milhões. Todos os nossos expositores estão muitos satisfeitos com os resultados e já estamos iniciando os trabalhos para fazer a sétima edição ainda maior e melhor”, afirmou Luis Felipe Bonilha, diretor da Savaget & Excalibur ao lado de Ana Paula Leal Graziano, ambos sócios de Arnold Schwarzenegger na feira que leva o nome do astro no Brasil.

Ricardinho da show no freestyle

Competições de alto nível –  Em uma verdadeira maratona esportiva de três dias, 10 mil competidores de todas as idades, amadores e profissionais, mediram habilidade e força em mais de 40 modalidades. Além do volume de atletas e competições, a importância do esporte na composição do Arnold Sports Festival South America pode ser medida por meio do alto nível dos vários campeonatos realizados. No Bodybuilding, os campeões amadores do overall sênior garantiram o direito de se tornar profissionais. Os campeões das categorias Bikini Fitness, Wellness Fitness, Men’s Physique e Bodybuillding já puderam usar seu pro card no Arnold Bodybuilding IFBB Elite Pro Show, disputado dia 21 de abril, no Tranamérica Expo.

Esgrima fez sua estreia

A esgrima fez sua estreia na edição 2018 do Arnold Sports Festival South America. E o fez em grande estilo, com o Torneio Nacional de Esgrima da Cidade de São Paulo, uma das etapas do Circuito Nacional da Categoria Livre, que tem por objetivo ranquear os melhores atletas do Brasil. O futebol freestyle também debutou no evento em uma disputa internacional. Na final, vitória do brasileiro Ricardinho, atual campeão mundial e número 2 do ranking da Federação Mundial de Freestyle.

Brasileiro de Pole Dance

O Campeonato Brasileiro de Pole Dance e Esporte também integrou a programação do Arnold Sports Festival South America. O evento recebeu 100 atletas e os campeões garantiram vaga no Campeonato Latino-americano, que será disputado no Chile, em outubro, no Campeonato Mundial de Pole Dance e no Campeonato PCS Series em Ohio, Estados Unidos. A competição é apoiada pela Federação Brasileira de Pole Dance, que se fundiu com a POSA (International Pole Sports and Arts Federation).

Wushu Sanda

Lutas – Primeiro evento aberto do País com chancela PKF (Panamerican Karate Federation), o Open Internacional de Karate Arnold Sports Festival South America faz parte do Circuito e Ranking da CBK (Confederação Brasileira de Karate) e deu a oportunidade aos atletas nacionais de pontuar no ranking. A competição reuniu atletas desde a categoria sub-12 até a máster. Já o V Arnold Sports Festival South America Wushu Sanda Championship classificou os atletas que irão compor a seleção brasileira, representando o Brasil nos campeonatos Mundial e Pan-Americano.

Largada da Arnold Run

O ‘cardápio’ de modalidades do Arnold Sports Festival South America sempre é eclético, com opções olímpicas e não olímpicas, e também contou com disputas de videogame, cheerleaders, luta de braço, MMT, powerlifiting, calistenia (street workout), cubo mágico, jump rope (pular corda), xadrez, capoeira, MMA, jiu-jitsu, judô, kickboxing, Mas wrestling (luta russa), sambô (mix de lutas originário da antiga União Soviética), entre outras. A edição 2018 marcou a estreia da corrida de rua no evento paulistano. A Arnold Run reuniu mais de 1.500 pessoas na manhã de domingo (22) para uma prova de 8 km pelas ruas e avenidas da capital paulista.

Angela Borges, Fabrício Moreiro, Kristina Narbutaityte e Alexander lavreev

Pesos pesado e beldades – Os principais atletas profissionais do Arnold Sports Festival South America, muitos deles vindos do exterior, se concentram nas competições de Strongman e Bodybuilding Pro Show. A favorita Angela Borges levou o título da categoria Wellness e formou a dobradinha brasileira com o campeão do BB Pro, Fabrício Moreiro. Os estrangeiros conquistaram o primeiro lugar no Bikini Fitness, com a lituana Kristina Narbutaityte e o Mens Phisique, com o russo Alexander lavreev. O Arnold Strongman League também foi para a Rússia, com Mikhail Shivlyakov.

Para todos – A Arena Inclusão é outra tradição no Arnold Sports Festival South America. Em 2018, uma das novidades foi a Capoeira da AACD. O espaço é  destinado a proporcionar a valorização do esporte Paralímpico. Além da capoeira, contou também com tênis de mesa, futebol de amputados, futebol de 7 (atletas com paralisia cerebral), futebol de 5 (atletas com deficiência visual) e futebol de Down.

Números crescentes – Os resultados superlativos da feira estão calcados na força crescente da indústria de nutrição esportiva e suplementação alimentar, aliado à inclusão do Salão de Equipamentos, composto por empresas de equipamentos para academias. Os dois segmentos foram responsáveis por levar para o Arnold Sports Festival 6.780 lojistas e 960 proprietários de academias. São dados que representam crescimento acima de 70% em número de empresários e comerciantes interessados em fechar negócio com os 152 expositores presentes à feira. Em 2017 foram 4.520 lojistas.

Os profissionais do setor de misturaram à massa de público, ávido por ver de perto desde celebridades até alguns dos 10 mil atletas envolvidos em competições nas mais de 40 modalidades esportivas do evento. Juntamente com os visitantes, o Conference reuniu 2.500 profissionais de nutrição, medicina esportiva e educação física para palestras e workshops. Junto desse verdadeiro batalhão estavam mais de 700 jornalistas e influenciadores digitais credenciados para cobrir a feira de Schwarzenegger.

Parceria de sucesso – A sexta edição da Arnold Sports Festival South America teve patrocínio diamond de Atlhetica Nutrition, Black Skull, Integralmedica e Midway e patrocínio gold de Champion e Iridium Labs. A realização é de Savaget & Excalibur Promoções e Eventos. Os depoimentos dos expositores ratificam os dados aferidos pela organização do Arnold Sports Festival South America. Eduardo Caruzo (foto ao lado), gerente nacional de vendas da Atlhetica Nutrition, aponta crescimento de 50% no número de vendas em relação ao ano anterior. “Tivemos dias sensacionais, que ultrapassaram todas as nossas expectativas. Fizemos grandes negócios. Recebemos representantes de todo o Brasil e conseguimos atingir clientes que há tempos desejávamos como novos parceiros”, atestou.

Marcelo Bella, da Black Skull, também fala em aumento de 50% no volume de negócios fechados no Arnold Sports South America. “Este é o maior evento do setor que, assim como o mercado de suplementos, cresce a cada ano. Uma grande festa para o consumidor. Para nós da Black Skull foram gerados cerca de R$ 15 milhões em negócios nos três dias do evento, o dobro em relação ao ano passado”, revela o CEO empresa e presidente da Abenutri (Associação Brasileira de Empresas de Produtores Nutricionais).

“O ano mostra que o mercado está retomando. Nós estamos vindo de um crescimento versus 2017 e na feira tivemos um incremento de 30%. A Optimum Nutrition é a marca importada de maior presença no setor, o nosso tamanho na Arnold é uma mostra que estamos cada vez mais fortes no mercado e vamos continuar o investimento no país”, avaliou Ricardo Barbara, CEO da Glanbia para América Latina, dona das marcas Optimum Nutrition, BSN e Isopure.

 

 

 

 

 

 

Fonte: ZDL Sports / Imprensa
Fotos: Rodrigo Dod / Savaget / Divulgação

 

 

Anúncios